SPFW Verão 2013

17 jun

Como vocês já devem saber, rolou essa semana o SPFW Verão 2013. É pura moda, é puro encanto com as tendências.

Desfiles:

11/06:

Animale: As noites da savana africana serviram de cenário para o verão 2013 da Animale. A modelo britânica Rosie Huntington-Whiteley abriu o desfile, que contou ainda com outras supertops brasileiras, como Ana Beatriz Barros, Izabel Goulart e Shirley Mallmann. O veludo, hit da última coleção da marca, saiu de cena para dar espaço à seda, que veio em tons terrosos e com algumas pitadas de dourado, tons que, aliás, dominaram o desfile. A transparência continua em jogo, tanto em recortes estratégicos em calças e saias, que apareceram com barras assimétricas, quanto em blusas. A sensualidade ficou por conta do efeito de segunda pele presente em algumas peças, como macacões, que traziam uma pequena saia solta do corpo. Como era de se esperar, as estampas animais (zebra, tartaruga e crocodilo) deram as caras, ora em calças ajustadas, ora em looks totais. Nos pés, escarpins seguiram o clima com cores quentes e amarrações nos tornozelos.

Alexandre Herchcovitch: viveu bem os anos 1980 Portanto, não é de se espantar que o estilista seja capaz de reinterpretar esse universo, dando uma cara nova, por incrível que pareça, a uma das décadas mais exploradas pela indústria da moda. As formas arredondadas e rígidas, que nos 1980 eram desdobramentos do blazer masculino (mulheres entrando com tudo no mercado de trabalho, lembra?), reaparecem agora de um jeito mais fresh, graças ao uso de tecidos nobres, como o tafetá de seda estampado e o jacquard. A cartela de cores – bem explosiva – ajuda a traçar esse tabuleiro fashion, com direito a muito xadrez, em diferentes expessuras – os looks que misturam quadriculados PB de diferentes tamanhos e cetim duchese com estampa de crisântemos estão entre os mais bem sucedidos, embora, sejamos honestos, não sejam muito fáceis à primeira vista. O macacão, com shape de smoking, que aparece recorrentemente na passarela do estilista, volta neste verão, em PB, para as mais sérias, e em um amarelo chocante para as ousadas. As carteiras com carinhas smiley e bordados entram para a lista de must have da estação, assim como os divertidos bermudões esportivos, meio boxeadores chics, e perfeitos para serem usados com um bom salto, no hi-lo esporte fino. Já os recortes de coração e as peças em jacquard pink pecam por ficarem muito próximas do literal.

• Tufi Duek: A passarela com ondulações de Tufi Duek já adiantava o que estava por vir: uma coleção cheia de movimento. Assim como na temporada de inverno 2012, o branco abriu o desfile e, aos poucos, foi dando lugar ao verde limão, que apareceu em detalhes nas saias de tule e nos canutilhos que apareceram por baixo dos vestidos rodados. As formas fluidas estavam presentes em diversas peças e indicam a paixão do estilista Eduardo Pombal por flores e botânica em geral. As escolhidas, flor do maracujá, Narciso, Carcuma e Calas, ganharam vida através de pétalas feitas com babados aplicados nos vestidos de um ombro só – proposta recorrente na passarela. O mix de texturas também merece atenção especial, com transparências balanceando tecidos pesados. As fendas, que surgiram nas saias mais compridas, e as calças, sempre sequinhas, ajudam a alongar a silhueta. O utilitário também teve sua vez com jaquetas com bolsos e zíperes.

• FH por Fause Haten: Os instrumentos musicais posicionados no centro da passarela entregavam que Fause Haten uniria em seu desfile, mais uma vez, duas de suas grandes paixões: a moda e a música. Como é recorrente nas apresentações do estilista, o próprio Fause foi responsável pela trilha sonora do show, interpretada ao vivo pela cantora Paula Lima. O designer explica: “O tema da coleção é a música Na Noite, que faz parte do meu CD [o álbum CDFH, lançado em setembro de 2011].” Partindo da composição, Fause apresentou uma coleção sensual, permeada por muitas transparências, recortes, fendas e decotes. Vestidos supercoloridos acompanhados de capas de tafetá de seda abriram a apresentação, propondo um verão repleto de cores e bastante chamativo. Em um segundo momento, formas fluídas e cores pastel ganharam a cena, juntamente com estampas geométricas e prints de borboletas. No fim, a cartela de cores perdeu o fôlego e surgiram looks em branco total. Neste momento, os vestidos ganharam explícita pegada boudoir, com amarrações, rendas e franjas, exalando feminilidade. Por fim, o preto imperou e a modelo Alicia Kuczman encerrou a apresentação com um vestido tipo corset para lá de revelador. Os maxicolares de cristal, cobertos de miçangas, tinham inspiração africana e também foram criados pelo estilista.

• Triton: Karen Fuke, estilista da Triton, foi buscar nas ruas de Tóquio a inspiração para a coleção de verão 2013 da marca. E para unir a capital japonesa a São Paulo, terra da Triton, Karen fez colagens com imagens de símbolos urbanos, como a escada rolante, o corrimão e os faróis, que deram origem às estampas da etiqueta – a pegada artsy nasceu das mãos do artista plástico Lucas Simões. A alfaiataria apareceu com força, mas com uma nova leitura, com peças desconstruídas em assimetrias, lapelas em camadas, ombros estruturados e maxivolumes. Os conjuntinhos, sucesso da última temporada, deram as caras em cores vivas como roxo, rosa, verde e azul. A referência oriental também pôde ser vista em vestidos e macacões de jacquard, que lembravam quimonos com brilho dourado e cetim. Nos acessórios, maxicolares e pulseiras feitas de acrílico.

12/06:

• Paula Raia: mergulhou nos trabalhos manuais em sua coleção de verão 2013, cujo tema foi “o espaço no qual o ar se manifesta”. O desfile, que aconteceu na loja da estilista, contou com uma passarela cheia de rochas pelo caminho e foi aberto pela top Alicia Kuczman em um vestido longo de seda e linho trançados. O comprimento longo permeou toda a coleção e as costas nuas foram destaque. Segundo Paula, é nesses espaços (fendas, decotes e tecidos translúcidos) que o ar circula. A seda ganhou a companhia de rendas aeradas e bordadas de cristais, criando texturas diversas. As formas arredondadas reinaram e as linhas retas apareceram apenas em calças e macacões. A cartela de cores passeou por tons claros como off white, rosê e lilás.

  • Paula Raia  - SPFW Verao 2013

Ellus: O mergulho noturno, inspiração da estilista Adriana Bozon para o desfile de verão 2013 da Ellus, invadiu a passarela da marca. Um telão, que mostrava cenas do fundo do mar em preto e branco, deu a atmosfera sombria da coleção. Ao som da trilha sonora criada especialmente para o desfile – uma espécie de percussão misturada com música eletrônica e rock –, modelos iniciaram a apresentação com looks totalmente brancos, com calças larguinhas, decotes e texturas imitando couro de peixe. O denim, ícone da marca, surgiu metalizado e encerado, com novos recortes. Paetês, sedas e nylon estampado garantiram o efeito molhado das peças, que traziam estampas com um mix de símbolos clássicos do oceano, como estrelas do mar e conchas. A jaqueta perfecto, que sempre aparece na passarela da Ellus, voltou neste verão com opções sem manga e até no modelo mullet, com a parte traseira um pouco mais comprida. Para valorizar a silhueta e definir a cintura, a marca mostrou tops, hot pants e calças com peplum, aquele babadinho posicionado estrategicamente acima do quadril. A personificação do peixe continuou e alguns casacos ganharam um filete de brilho dentro de fendas que imitavam guelras. Variações de azul (claros e escuros) e preto deram o tom da coleção. Nos acessórios, tudo era maxi: anéis, colares e clutches.

Ellus  - SPFW Verao 2013

• Movimento: Inspirada em “uma mulher forte, mas que não perde a ternura”, a estilista Tininha da Fonte resolveu fazer uma fusão entre o militarismo e o colorido dos trópicos para o verão 2013 de sua grife, a Movimento. Isso significa que formas utilitárias entram em cena, assim como uma explosão de estampas tropicais. Não à toa, verde-militar, estrelas douradas (que remetem às condecorações), golas e abotoaduras aparecem ao lado de flores, pássaros e folhagens multicoloridas. Entre as modelagens, destaque para os muitos tipos de maiô (com recortes e babados) e biquínis compostos por top curto + calcinha. “Nesta coleção, explorei a seda, que costumo usar pouco; além do linho e do piquê com elastano, que deixa as peças bastante confortáveis”, explica Tininha. Os acessórios também entram no mix: quepes, braceletes de metal, maxicolares e pulseiras de corda arremataram os looks.

Movimento  - SPFW Verao 2013

• Iódice: A água, fonte de inspiração de Valdemar Iódice, apareceu em todos os momentos do desfile de verão 2013 da marca, desde a abertura (com um telão mostrando bolhas num fundo azul), passando pela estampa (que foi criada a partir da ideia de um pingo caindo no nanquim e espalhando a tinta), até o movimento das saias de gazar suíço (esvoaçantes e transparentes). Os vestidos, com modelos tomara que caia, comprimento midi ou com mangas, foram as peças-chave da coleção. O couro – branco, preto e estampado – também marcou presença com ilhoses prateados. Os acessórios merecem atenção especial: cintos e pulseiras ganharam tubarões de metal e as sandálias vieram metalizadas ou com as estampas da coleção. Óculos redondinhos arremataram os looks. Tramas de crochê e o efeito escama dos minipaetês garantiram o clima aquático.

Iodice  - SPFW Verao 2013

• Ronaldo Fraga: sempre emociona, e seu retorno à semana de moda de São Paulo não seria diferente. Depois do hiato na temporada de inverno 2012, o estilista escolheu o estado do Pará para prestar uma homenagem. A passarela, repleta de plantas, abrigou um time de modelos que mostraram um mix de tecnologia e tradição, com focos de luz implantados por baixo de peças de linho. Na segunda parte da apresentação, surgiram peças com uma pegada de alfaiataria desconstruída e vestidos com formas amplas e saias com camadas volumosas e ondas nas barras. A cartela de estampas foi um show à parte e teve imagens de troncos, pássaros, linhas horizontais, folhagens e um mosaico de madeiras, que criava um efeito gráfico e visual incrível enquanto as modelos caminhavam. Os recortes e decotes cavados deixavam a pele à mostra, enquanto as longas saias escondiam. O mullet também deu as caras em saias e camisas. Os acessórios foram feitos exclusivamente para a coleção por artesãs do Tucumã, um munícipio no interior do Pará. Bonito do começo ao fim.

Ronaldo Fraga  - SPFW Verao 2013

13/06:

Água de Coco: Depois de fazer uma extensa pesquisa sobre a Turquia, Liana Thomaz levou toda a equipe da Água de Coco para as cidades de Istambul e da Capadócia. Apaixonada pela riqueza cultural do país, a estilista imprimiu padronagens de balões e mesquitas nos biquínis e maiôs que fizeram bonito na passarela com múltiplos recortes e tramas que deixavam a pele à mostra. “Escolhemos a Turquia porque é um país que faz parte tanto do Ocidente, quanto do Oriente. Suas cores são ideais para uma coleção de moda praia”, declarou a estilista logo após o desfile. O perfume oriental apareceu nos brincos enormes, que adornaram tops de mangas amplas, e nos tons vivos, como azul e verde misturados com dourado. Esferas banhadas a ouro, costuradas nas barras das peças, criaram franzidos interessantes. Os tops e as calcinhas surgiram grandes e os maiôs ganharam tecido extra na parte de cima, por isso, têm tudo para funcionar muito bem no pós-praia. Nos pés, plataformas altíssimas criadas por Fernando Pires com madrepérola e casco de tartaruga.

Agua de Coco  - SPFW Verao 2013

• Uma Raquel Davidowicz: A essência minimalista, DNA da marca, esteve presente em todo o desfile de verão 2013 da Uma Raquel Davidowicz. As cores neutras, como preto, branco e cinza, reinaram e a apresentação teve como inspiração a arte primitiva, tema escolhido pela estilista. Segundo Raquel, a ideia foi trazer os primórdios da arte para os dias de hoje. Esse mix de passado e presente ficou claro nas estampas, que traziam referências africanas misturadas à estamparia digital, feita a laser, com formas geométricas. Esse grafismo conversava com as composições dos colares, pulseiras e sandálias, tudo produzido com borracha reciclada.

Uma  - SPFW Verao 2013

Adriana Degreas: levou para a Bienal, no Parque do Ibirapuera, um dia de sol na Bahia. Inspirada em escravas negras, a coleção teve looks brancos e fluidos, uma homenagem aos orixás, além de muitas texturas em forma de crochês dourados, miçangas e piquê de algodão. A estilista fez aquilo que sabe melhor: roupas que transitam da praia à cidade, com longas e esvoaçantes saias, tops cropped e hot pants elaboradas. “Fiz uma coleção com cortes simples, por isso investi em bordados, aplicações e muito brilho”, disse Adriana. Na porção mais rica do desfile, conjuntos com amplas calças e macacões de jacquard reluziam. Ao final, os looks lembravam lingeries, com peças transparentes e calcinhas com babados. Aumentando ainda mais a identidade brasileira da coleção, um maxicolar de figas, confeccionado com pedras brasileiras, cruzou a passarela acompanhando um maiô com amarração no pescoço. A estilista também recuperou os biquínis cortininha e os butiês com bojo armado, à la anos 1950. As estampas passearam entre imagens de Iemanjá e margaridas, que também sugiram como aplicações em vestidos de mangas longas e shapes amplos. Toques sutis de sensualidade apareceram em recortes reveladores de maiôs e vestidos longos. “Minha nova proposta foi o poncho como saída de praia”, explicou Adriana. As peças em questão vieram com franjas e guizos. O desfile terminou com um diminuir de luzes, lembrando o pôr do sol.

Adriana Degreas  - SPFW Verao 2013

Forum: fez um retorno triunfal ao SPFW com sua coleção de verão 2013. Marta Ciribelli, o nome por trás do estilo da marca, comemorou os trinta anos da etiqueta, completos em 2012, em clima de grande festa. Depois de seis anos longe da semana de moda paulista, a Forum homenageou o Brasil, de Norte a Sul. Para brindar, o primeiro look da passarela foi um vestido com uma estampa inusitada: caipirinhas. Para entrar no clima, o tecido escolhido tinha um aspecto molhado, alcançado com um tipo especial de celofane. A alfaiataria, item forte na história da marca, continua lá com pregas, lapelas e até com um toque de ousadia nos recortes estratégicos. O clima de verão apareceu em regatas e vestidos que deixavam a pele à mostra nas cavas laterais. O carro chefe da marca sempre foi o jeans e neste regresso ele apareceu revisitado com tiras de seda e tie dye, além de ter aparecido em jaquetas oversized que tinham fios metalizados – peças que, aliás, vão direto para a lista de desejos da temporada. Os shapes retos constrastavam com as diversas estampas que tinham como tema ícones do país, como a orla de Salvador, Inhotim, em Minas Gerais, ou o Edifício Bretagne, em São Paulo, que surgiram em ilustrações do artista Filipe Jardim. Isso tudo sem mencionar as texturas, como as rendas criadas a partir do desenho das velas de barcos.

Forum  - SPFW Verao 2013

14/06

• Neon: resolveu sair do prédio da Bienal e levou seu desfile, ou melhor, seu piquenique para o Viveiro Manequinho Lopes, uma área bem verde dentro do Parque do Ibirapuera. Para o verão 2013, a dupla de estilistas Dudu Bertholini e Rita Comparato criou um ambiente cheio de energias positivas, que tinha a grama como passarela e onde as modelos usavam alpargatas e sandálias baixas nos pés, tudo no maior clima de conforto. O shape seguiu esse clima e surgiu mais folgadinho e amplo. Os lenços marcaram presença nas saias – que apareceram longas, assimétricas e em camadas – nos pareôs, nas calças com amarrações e até em looks totais, como nos macacões. Os tecidos esvoaçantes caracterizaram as ciganas da Neon, que ainda usavam colares, turbantes e pulseiras de moedas. Para balancear, modelagens masculinas entraram no jogo com as peças de alfaiataria. O mix de estampas foi dos mais intensos, como já era de se esperar.

  • Neon  - SPFW Verao 2013

• João Pimenta: A Festa de Reis, celebração religiosa tradicional em Minas Gerais, foi o ponto de partida para que João Pimenta criasse sua coleção de verão 2013. Nesta temporada, tentando aproximar mais suas criações do público final, o estilista apostou em formas ajustadas ao corpo, com golas menores, ternos com costuras que modelam a silhueta e calças com bocas ajustáveis, que podem ficar mais estreitas dependendo do modo como se abotoa. “Sempre faço coleções que misturam o feminino e o masculino, mas desta vez escolhi fazer algo mais perto do usável”, explicou o estilista. O boi, muito presente nos festejos religiosos das cidades mineiras, e a flor do maracatu viraram estampas. Outro ponto alto foram os desenhos do tatuador Rafael Firmino bordados em camisas, sempre em tons de azul. Inquieto, João ainda desenvolveu dois tecidos para esta coleção: palha de seda e viscose com fios de linho deram vida a ternos que foram combinados com bermudas e shorts. Para arrematar, o lenço fez às vezes de gravata. “Gosto de colocar um tom caipira nas minhas coleções”, contou.

Joao Pimenta  - SPFW Verao 2013

• Juliana Jabour: Com perfume de anos 1970, a coleção de verão 2013 da estilista Juliana Jabour resgatou a elegância e a sofisticação do Studio 54, badalada casa noturna da década, e mixou essa referência com o espírito da personagem de Michelle Pfeiffer no filme Scarface, de 1983. A partir disso, fizeram sucesso na passarela looks como o que abriu o desfile, um combo de colete + minissaia rodada que acabou por se repetir algumas vezes durante a apresentação, mudando apenas a cor e a estampa. Os shapes passearam pelos mais ajustados, como nos macacões e calças de alfaiataria estruturada, e amplos, como nos longos. As jaquetas também foram recorrentes. Utilitárias, traziam bolsos, zíperes e elásticos nas barras e punhos.

Juliana Jabour  - SPFW Verao 2013

• Jefferson Kulig: saiu na frente na corrida sustentável. A ideia do estilista para o verão 2013 era mostrar como a moda pode contribuir para a preservação do meio ambiente, por isso, ele resolveu criar tecidos biodegradáveis. Assim, tafetá, seda, algodão e couro passaram por um processo enzimático, tudo em prol da sustentabilidade. A feminilidade apareceu em cinturas marcadas e silhuetas ajustadas ao corpo e a assimetria se fez presente em vestidos, calças, jaquetas e camisetas. Na cartela de cores, preto e branco foram pontuados por rosa, azul e tons metalizados.

Jefferson Kulig  - SPFW Verao 2013

Osklen: Logo que Aline Weber abriu o desfile da Osklen, vestindo um long john bordado, o tema da coleção ficou evidente: praia, verão. Mais precisamente, um verão interminável. Intitulada Endless Summer, a nova coleção pilotada por Oskar Metsavaht mescla dois universos distintos: o artesanal e o moderno. Da fusão Brazilian Soul e California Dream saíram o mix de tecidos, os shapes e as propostas. Em um primeiro momento, a alfaiataria entrou em cena e deu forma a tops estruturados de náilon holográfico, à saia metalizada, à calça com barra assimétrica e aos vestidos mullet. Depois, linho, tricô atoalhado e algodão surgiram em biquínis, tops e vestidos – estes em uma versão reeditada das famosas cangas. Um dos melhores momentos ficou a cargo dos looks monocromáticos brancos, feitos com peças de couro texturizado, lembrando os desenhos de um calçadão na orla. Ponto ainda para os acessórios: flats metalizadas e óculos espelhados superarrojados.

  • Osklen  - SPFW Verao 2013

• Colcci: Jovem e supercomercial, o verão 2013 da Colcci aposta no surf old school. Não à toa, o desfile começou com uma série de looks com estampas que remetiam à paisagem da praia, das ondas. Na companhia dessa estampa, peças lisas em tons flúo – tonalidade que já dá pinta de tendência. O jeans, carro-chefe da grife, como sempre, deu forma a diferentes peças, do shorts à jaqueta, passando pelas calças capri, bem cinquentinha. Depois das cores acesas, foi a vez do vermelho pontuar a apresentação e surgir por meio do paisley, padronagem perfeita para tingir os conjuntinhos. No fim, tons lavados entraram em cena, com destaque para as saias arrematadas pelo peplum. Ponto para as bermudas – do surf à alfaiataria – e para os tricôs levinhos, quadriculados.

Colcci  - SPFW Verao 2013

15/06:

• Reinaldo Loreço: Com um dos melhores desfiles desta temporada, Reinaldo Lourenço buscou inspiração na marca italiana Riva, referência mundial quando o assunto são lanchas de luxo, para criar seu verão 2013. Como se estivesse a bordo de uma delas, a coleção veio com elementos que remetem aos barcos esportivos: o marrom, da madeira dos decks, apareceu em vestidos geométricos, assim como o bico fino dos escarpins bicolores (lindos!), que faziam alusão à proa. Não à toa, também, uma gama de azul (do Mediterrâneo) entrou em cena, assim como mostarda e tangerina; cores solares. Os anos 1960 surgiram nos shapes dos maxicoats, dos vestidos-pólo e dos conjuntinhos arquitetados, que traziam um mix interessante de materiais. Em um mesmo look, por exemplo, era possível ver couro, tule e jacquard de seda. Ponto ainda para a estampa de lanchas e para os muitos detalhes preciosos, como ilhoses e decotes em forma de convés, de popa. Definitivamente, uma coleção para mergulhar.

Reinaldo Lourenco  - SPFW Verao 2013

• Glória Coelho: Tecnologia, física quântica e 2035. Essas foram algumas das inspirações de Gloria Coelho para seu verão 2013. E a estilista uniu esses temas diversos em looks leves e muito bem construídos – como já era de se esperar. No início da apresentação, o couro, material constante no trabalho de Gloria, ganhou destaque em vestidos onde aparecia em linhas retas que eram intercaladas por tules finíssimos. Outra marca registrada da designer, os ombros em shapes arredondados apareceram em peças que tinha aspecto plastificado. O código binário, uma das inspirações para a coleção, surgiu como estampa, brincando com a ideia de tecnologia. A feminilidade também deu pinta em saias evasê e fileiras de cristais Swarovski aplicados sobre blusas estruturadas, ou até fazendo as vezes de cinto.

Gloria Coelho  - SPFW Verao 2013

• Vitorino Campos: A primeira vez a gente nunca esquece. E foi assim que Vitorino Campos fez sua estreia no SPFW – uma estreia para ficar marcada em sua história. Não Tradução, nome da coleção do estilista baiano, trata das coisas que as palavras não conseguem traduzir. Para ilustrar, Vitorino criou óculos que traziam a ideia de um fechar os olhos e olhar para dentro, para ver coisas mais profundas. Aline Weber abriu o desfile com um look preto total, cor que, ao lado do branco, dominou a passarela. O minimalismo deu o tom e a primeira parte do desfile foi inteiramente P&B, sem detalhes. Em um segundo momento, linhas apareceram nas peças, com preto no branco e branco no preto. O pêssego também deu as caras, mas não imperou. Vitorino mostrou sua mulher passeando entre a feminilidade extrema (com vestido acinturados e saias rodadas) e a rigidez (nas calças cigarrete e tops estruturados com mangas que lembravam quimonos). Para fechar a coleção, a questão da profundidade surgiu com uma imagem de um losango, que dava a impressão de um alvo, um foco. Por fim, vale ressaltar que todas as peças foram feitas de seda italiana, inclusive no forro. Detalhes que fazem a diferença no caimento e acabamento impecável.

Vitorino Campos  - SPFW Verao 2013

• Lino Villaventura: Com o tema Vida, Lino Villaventura levou modelos performáticas e mascaradas para a passarela em vestidos dos mais sensuais.  O primeiro bloco do desfile veio cheio de recortes e áreas vazadas em formas geométricas. Na segunda parte, a sensualidade, que já estava presente, atingiu seu auge. Longos bordados, franjas cheias de swing, saiotes com tule e decotes para lá de reveladores tomaram conta da sala de desfile. E a plateia aprovou e aplaudiu o momento sexy da temporada. Tafetá, organza e linho foram alguns dos tecidos que, em tons de dourado, roxo, vermelho, preto e prata, adornaram os looks da passarela.

Lino Villaventura  - SPFW Verao 2013

• R. Rosner: Em sua segunda participação no SPFW, Rodrigo Rosner incorporou referências da Hungria do século 19 e mostrou vestidos esvoaçantes. O branco permeou o desfile, com pinceladas de turquesa e laranja, e o preto apareceu tímido. Quem dominou a apresentação foi a renda – às vezes mais delicada, em outros momentos mais grossa e rústica. Para garantir o glamour, plumas, cristais e franjas de canutilhos, que ainda davam um swing ao caminhar das modelos. Entre tantas saias, calças também tiveram espaço, com modelos que lembravam bombachas gaúchas. Para arrematar o clima superfeminino da coleção, maxiflores bordadas ou estampadas enfeitavam as peças.

R. Rosner  - SPFW Verao 2013

16/06:

Cavalera: tirou os fashionistas do prédio da Bienal, no Parque do Ibirapuera, e levou o público de seu desfile até o Ferro Velho Ciclo Aço, no bairro da Mooca, para mostrar sua coleção de verão 2013. A inspiração foi a cidade de Salvador, mas ao contrário do senso comum, que logo pensaria nas praias soteropolitanas, a marca foi buscar códigos na Cidade Baixa, com seus azulejos envelhecidos, áreas deterioradas e ferrugens. Daí a ideia de montar a passarela em um cenário, no mínimo, inusitado. As silhuetas amplas dominaram jaquetas e tops estruturados, com saias mais leves, mas que tinham certo volume garantido pelas ondulações nas barras. Esse volume funcionou como contraposição às bermudas do tipo ciclista, superjustas, presentes em muitos looks. O modelo mullet (com a parte de trás mais longa) apareceu em vestidos e saias e, pelo visto, vai continuar como tendência na próxima estação. Tecidos leves, como seda, alguns mais estruturados, como a sarja, e até o jeans resinado receberam estampas que seguiam o clima underground: florais craquelados, colagens de fotos corroídas e azulejos antigos, tudo aliado a elementos como cruzes e pérolas. Um perfeito show de rock’n’roll na praia, mas de costas para o mar.

Cavalera  - SPFW Verao 2013

• André Lima: André Lima reuniu um mix de referências (arte, psicodelia e grafismos) para sua coleção de verão 2013. O estilista, que sempre mostra vestidos exuberantes na passarela, não deixou a desejar. A cartela de cores intensa garantiu o show: tons de roxo, verde, vermelho e azul ganharam vida na leveza da organza de seda. Mas além dos vestidos de sonho, André Lima também investiu na alfaiataria, que surgiu como opção de looks mais reais. Assim, calças, macacões e camisas com drapeados dividiram espaço com as saias de comprimento mídi e longo, que tinham um perfume dos anos 1970, com leves babados nas barras. A estamparia apareceu com força e cada uma das peças carregava, pelo menos, duas estampas misturadas.

Andre Lima  - SPFW Verao 2013

• Têca por Helô Rocha: Foi a partir de um lenço comprado durante uma viagem que Helô Rocha teve a ideia inicial para seu verão 2013, que marcou a estreia de sua marca, a Têca, no SPFW. Depois de oito temporadas desfilando no Fashion Rio, a estilista migrou para terras paulistanas. Pensando em viagens, a estilista acabou por buscar inspiração no livro Volta ao Mundo em 80 dias, de Julio Verne, e criou looks baseados no universo dos viajantes, perfeitos para mulheres que andam pelo mundo e garimpam peças ao redor do globo para montar o próprio armário. As estampas e acessórios nasceram desta proposta, com elementos de viagens, como bússolas, balões e bolsas em formato de cantil. No shape, formas estruturadas deram graça às cinturas marcadas e saias armadas, com pregas ou evasês. Camisas ganharam colarinho fechado com um broche de escoteiro. Uma série de tecidos finos e com leve transparência deram movimento a cocktail dresses, grande aposta da marca, com saias plissadas e assimetrias no modelo mullet.

Teca - SPFW Verao 2013

• Fernanda Yamamoto: As linhas e formas da geometria deram a direção do verão 2013 da estilista Fernanda Yamamoto. Partindo do quadrado, ela começou o desfile com uma série de looks que traziam a figura geométrica estampada. Dobraduras nos tecidos também puderam ser vistas logo de cara, formando muitas texturas. Inspirada pelo artista plástico Hélio Oiticica, Fernanda explorou ainda o shape quadriculado por meio de blocos, onde cada pequeno quadrado se ligava a outro, em vestidos de comprimento míni ou em tops. Plissados, transparência e assimetria também estavam entre as propostas. Na cartela de cores, o rosa, em suas mais diversas versões, do antigo ao choque, imperou, ao lado de pontos de amarelo, azul-royal e laranja.

Fernanda Yamamoto - SPFW Verao 2013

• Amapô: Como sempre, a dupla por trás da Amapô, Carol Gold e Pitty Taliani, pilotou um desfile irreverente cheio de peças extravagantes. Brincando com a temática “escolha seus ingredientes e monte seu drink”, a grife começou a apresentação com uma série de looks estampados com diferentes tipos de copos. Na passarela das estilistas, estampas multicoloridas e psicodélicas tiveram grande espaço. Seguindo a trilha da diversão, ao som do rock nacional dos Titãs, Skank e Os Paralamas do Sucesso, surgiram vestidos assimétricos com babados mil e franjas de canutilhos. Nos ombros, maxidobraduras arredondadas, com efeito sanfona. No verão 2013 da Amapô, meia calça de lurex também vale, assim como brincos com pingentes de flamingo.

Amapo - SPFW Verao 2013

• Samuel Cirnansck: Com direito a balanços presos por corda, gelo seco e passarela coberta por carpete, o desfile de Samuel Cirnansck encerrou a edição de verão 2013 do SPFW com um exército de ninfas. Começando com uma série de longos bege, o estilista mostrou bordados a perder de vista, reforçando sua veia delicada, detalhista, artesanal. Entre pedras e cristais, a pérola ganhou destaque e permeou quase todos os looks – em sua versão madrepérola também. Tules e rendas apareceram com força ao longo de toda a apresentação, que evolui para vestidos negros e nude-rosê, superfluidos. Hot pants (igualmente bordadas) surgiram sob a transparência, enquanto volumes estratégicos apareceram nas saias e nas golas.

Samuel Cirnansck - SPFW Verao 2013

Pois é, pessoal, esses foram todos os desfiles do SPFW Verão 2013. Lindos, hãm?

Por: Júlia Vivas 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: